Seguidores

sábado, 30 de março de 2013

Um Só Homem Morreu por Todos

Quem é esse homem? 
A RESSURREIÇÃO de Jesus não foi um acontecimento isolado que ocorreu há muito tempo e que quase não afeta nossa vida hoje. O apóstolo Paulo mostrou isso ao escrever: “Cristo tem sido levantado dentre os mortos, as primícias dos que adormeceram na morte. Pois, visto que a morte é por intermédio dum homem, também a ressurreição dos mortos é por intermédio dum homem. Porque, assim como em Adão todos morrem, assim também em Cristo todos serão vivificados.” — 1 Coríntios 15:20-22.
Jesus foi ressuscitado em 16 de nisã de 33 EC, no mesmo dia em que os judeus apresentavam as primícias da primeira colheita de cereal diante de Deus no templo em Jerusalém. Por chamar a Jesus de “primícias”, ou primeiros frutos, Paulo indicou que haveria outras pessoas que seriam trazidas de volta à vida.
A seguir, Paulo explicou o que a ressurreição de Jesus tornou possível: “Visto que a morte é por intermédio dum homem, também a ressurreição dos mortos é por intermédio dum homem.” Adão nos transmitiu o pecado e a imperfeição, e por isso todos nós morremos. Mas, por dar sua vida humana perfeita como resgate, Jesus abriu caminho para a humanidade ser libertada da escravidão ao pecado e à morte, e isso ocorrerá por meio da ressurreição. Resumindo muito bem essa ideia, Paulo escreveu em Romanos 6:23: “O salário pago pelo pecado é a morte, mas o dom dado por Deus é a vida eterna por Cristo Jesus, nosso Senhor.”
O próprio Jesus explicou como sua morte e ressurreição afetam nossa vida. Referindo-se a si mesmo, ele disse: “Tem de ser erguido o Filho do homem, para que todo o que nele crer tenha vida eterna. Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, a fim de que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna.” — João 3:14-16.

Um comentário:

ARTESANATO E RESTAURAÇÃO disse...

OLÁ AMIGA!!VIM RETRIBUIR E TAMBÉM TE SEGUIR!!!OBRIGADO!!
GRANDE BEIJO!!!
SILVANA

Postar um comentário

Agradeço a visita de todos os leitores e, em especial a sua. Obrigada pelo comentário.